Chá de Rooibos Emagrece? Benefícios e Dicas

Phyto Power Caps

Em 1772, o botânico sueco Carl Thunberg, em um encontro com um povoado na África do Sul, decidiu fazer um chá de plantas locais, especificamente a planta Rooibos. Nos anos 1900, por conta de seus benefícios à saúde, deram início ao processo de fabricação do chá vermelho Africano, empregando metodologias similares de processamento de chá verde.

Logo após o cultivo de Rooibos, o arbusto do chá se espalhou por toda a América do Sul e, mais recentemente, invadiu o mercado de chá americano por seu sabor único e variedade de sabores.

O que é?

Rooibos (Aspalathus linearis) é usada para fazer uma infusão chamada de chá de Rooibos ou chá vermelho, em Portugal. O consumo da infusão de Rooibos é bastante comum na África do Sul há muitas gerações e tem conquistado espaço em muitos países nas últimas duas décadas por conta de suas propriedades benéficas e por seu efeito colaborativo com o emagrecimento.

Chá de Rooibos Emagrece?

Definitivamente, o chá de Rooibos emagrece. Por ser naturalmente doce, você não precisa nem adicionar açúcar para torná-lo de bom gosto. Se você substituir uma xícara de café todos os dias com uma xícara de chá de Rooibos, com essa dica simples você pode perder peso, ou seja, algo simples que pode fazer a diferença em uma dieta!

Rooibos é naturalmente baixo em calorias e é naturalmente doce, tornando-se um substituto ideal para outros tipos de chás e até mesmo café adoçados, que são bebidas menos saudáveis e com elevado teor de açúcar. Além de que o chá de Rooibos emagrece, também há uma série de outros benefícios à saúde.

Este chá tem apenas 2 calorias por xicara. Beba uma xícara de chá de Rooibos no lugar de um café com leite e açúcar e você deixará de ganhar cerca de 80 calorias. A longo prazo, por exemplo, em vez de beber refrigerantes ou café com leite, uma vez por semana, durante um ano, você pode ter cerca 2 quilos de peso corporal perdido.

Naturalmente, o doce sabor africano do chá nos facilita a manter o consumo de açúcar baixo. De acordo com a American Heart Association, a maioria da população ocidental consome muita adição de açúcar na dieta, o que pode levar a aumento de peso e obesidade. A associação recomenda consumir não mais do que 6 a 9 colheres de chá de açúcar por dia. Adição de açúcar, e, especialmente, bebidas com concentração de açúcar elevado como refrigerantes não têm benefícios nutricionais e elevam as calorias consumidas.

Veremos agora os benefícios do Chá de Rooibos.

Livre de Cafeína

A planta Rooibos não possui cafeína em sua composição. Isto é importante, uma vez que significa que ele não necessita ser submetido a um processo químico para remover a cafeína, como pode ocorrer com outros produtos. Isso também significa que qualquer pessoa pode beber, incluindo aqueles que não querem beber cafeína, como crianças e gestantes e pessoas com problemas cardíacos. O outro benefício chave de não possuir cafeína é que o chá de Rooibos pode ser consumido em quantidades ilimitadas. Alguns sul-africanos consomem cerca de 5 a 6 xícaras por dia.

Contém antioxidantes poderosos

Rooibos contém uma grande variedade de antioxidantes, o que ajuda a proteger o organismo de inúmeras maneiras. Estes antioxidantes protegem o corpo e lutam contra os radicais livres. Estas células são células instáveis?, que atacam as células saudáveis, de modo a estabilizar os mesmos. Os polifenóis também têm propriedades anti-inflamatórias e podem proteger contra doenças cardíacas.

Previne alguns tipos de câncer

Alguns estudos têm demonstrado uma ligação entre o consumo de chá de Rooibos a uma redução de focos cancerígenos. Isso explica-se devido ao alto nível de antioxidantes dominantes, alguns dos quais com propriedades anti-mutagênico (anti-câncer). Isso significa que eles defendem as células e DNA contra danos, impedindo as células de desenvolverem câncer.

Alto teor mineral

Um dos principais benefícios para a saúde de Chá de Rooibos é que ele contém diversos minerais que são vitais para a saúde. Estes incluem magnésio (essencial para o sistema nervoso), cálcio e manganês (essencial para dentes e ossos fortes), zinco (importante para o metabolismo) e ferro (para ajudar o sangue e músculos a distribuir oxigénio).

Melhora a circulação

Um dos muitos potentes antioxidantes no Chá de Rooibos é o chamado Chysoeriol. Ele pode melhorar a circulação, evitando doenças cardiovasculares. Beber chá de Rooibos emagrece e ainda pode ajudar a reduzir a pressão arterial e o colesterol.

Alivia problemas de estômago

O chá de Rooibos contém altos níveis de flavonoides e tem a capacidade de aliviar cólicas abdominais, diarreia e indigestão. Os flavonoides são conhecidos por ajudar a reduzir espasmos, inflamações e alergias. Ele também tem sido utilizado para aliviar cólicas em bebês, pois como é totalmente livre de cafeína, é perfeitamente seguro para o consumo para bebês.

Incentiva um sono reparador

Rooibos é o único que pode ser consumido quantas vezes queira e a qualquer hora do dia. Muitas pessoas optam por beber antes de dormir, pois ele pode ajudar com a insônia. Devido ao seu alto conteúdo de minerais e a ausência de cafeína, ele é conhecido por ajudar as pessoas a sentirem-se mais calmas e relaxadas.

Onde comprar?

O produto pode ser encontrado em diversas lojas de produtos naturais, tanto no formato de pacote para chá quanto o produto puro. Pode ser encontrado também pela internet em sites variados, geralmente sites especializados em produtos naturais.

Preço

O preço varia bastante, e o produto puro (não em sacos de chá) pode ser mais barato. O valor médio para o produto puro num recipiente de 250g é de R$ 40,00 a R$ 60,00, enquanto na forma de chá, pela mesma quantidade, será uma média de R$ 60,00 a R$ 80,00.

Leia mais: Phyto Power Caps benefícios? Febre do nicho de emagrecimento que está batendo recordes de vendas no Brasil: Phyto Power Caps onde comprar potente emagrecedor que tem colaborado milhares de mulheres por todo continente sul americano a eliminar gordura localizada.

Como curar ressaca?

Para curar a ressaca é preciso agir conforme a gravidade dos sintomas. Geralmente, analgésicos e reidratação (de preferência com água) são indicados como cuidados básicos. Caso seja uma ressaca mais intensa, poderá ser necessária uma desintoxicação, por meio de medicação, sob prescrição médica, que pode ser com anti-inflamatórios não esteroides e remédios para diarreia. O famoso engov nem sempre funciona, já que ele deve ser tomado antes da bebedeira.

A ressaca ocorre quando você consome bebidas alcoólicas exageradamente. O organismo demora um tempo para eliminar os excessos de álcool, por isso é normal que alguns sintomas surjam. Pela toxicidade, a ressaca envolve:

  • Boca seca;
  • Dor de cabeça forte;
  • Dor de estômago;
  • Dor nos olhos;
  • Dores no corpo;
  • Enjoos;
  • Falta de apetite;
  • Mal-estar geral;
  • Sede excessiva;
  • Enxaqueca;
  • Sensibilidade à luz e ao som;
  • Vômitos.

A desidratação é uma condição provocada pela ressaca, por isso atente-se e durante o uso de bebidas alcoólicas mantena-se devidamente alimentado (de preferência uma alimentação leve e livre de gorduras) e faça consumo de água. Saiba quando saber se você deve se preocupar com os sintomas no conteúdo sobre ressaca.

Como acabar com a ressaca?

Além do que foi citado acima, é possível que, no dia seguinte à ressaca, você opte por descansar bem, a fim de recarregar suas energias. Ainda, é válido:

  • Consumir no café da manhã, frutas ricas em potássio, tais como a banana, além de incluir ovos e evitar gorduras;
  • Optar por alimentos leves e que tenham carboidratos. É o caso de frutas, verduras,sopas e caldos;
  • Investir na ingestão de água e sucos – está liberado, também, o consumo de isotônicos e energéticos. Quanto mais hidratação, mais rápido o tempo de recuperação do organismo.

Uma dica excelente é o chá de gengibre: anti-inflamatório, desintoxicante e diurético.

Como evitar a ressaca?

Para evitar que você fique rapidamente bêbado, garantindo que, pelo menos, mantenha a hidratação do corpo e deixe o organismo metabolizar o álcool, o melhor a ser feito é não beber de estômago vazio.

Outra medida que pode ajudar é optar por bebidas com menor teor alcoólico e com carboidratos, tais como a cerveja. Além disso, você pode intercalar um copo de água com uma dose de bebida alcoólica.

Não beba em excesso. Respeite a quantidade e o limite do seu próprio organismo. Se esse não for o caso, pelo menos, consuma o drinque de maneira lenta, para deixar o seu corpo processá-lo e evitar maiores complicações,no dia seguinte.