Notícias 8a Feira 2012

Inovação e tecnologia de ponta são focos da 8ª Feira Eletromecânica e Construção Civil


O evento, que conta com 70 expositores, acontece no Senai Londrina e foi oficialmente aberto na noite de terça-feira (24)

O potencial da Feira Eletromecânica e Construção Civil para mostrar inovações e tecnologia de ponta e, também, gerar negócios, foi ressaltado na abertura oficial do evento, na noite de terça-feira (24). A feira, que acontece em Londrina e conta com 70 expositores de todo o Brasil, é promovida pelo Senai-PR, Sebrae, Sindimetal Londrina e Sinduscon Norte. Os principais objetivos são atrair investimentos para a região e mostrar inovações desenvolvidas pelas empresas dos setores metalmecânico, eletroeletrônico e da construção civil. A feira está instalada no Senai Londrina e a expectativa é que mais de 10 mil pessoas visitem até seu encerramento, sexta-feira.

“A feira traz algo muito importante, que é a tecnologia aliada à inovação”, afirmou o vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), Osmar Ceolim Alves, na solenidade de abertura do evento. “Começamos em 2004, com apenas quatro expositores, e hoje estamos com 70”, disse o empresário, destacando as parcerias como fator do sucesso do evento.

Segundo o presidente do Sindimetal Londrina, Valter Orsi, que é também vice-presidente da Fiep, a Feira Eletromecânica e da Construção Civil tem crescido e se consolidado ao longo dos anos. “Uma realização dessa magnitude só acontece por conta da parceria do Sistema Fiep com os sindicatos, empresários, Sebrae e Caixa Econômica. A feira está se fortalecendo e isso tem muita importância para a região, pois consolida a nossa indústria” afirmou ele.

Para o diretor regional do Senai-PR, Marco Secco, a feira é um momento em que se fortalece a visão de alianças que geram resultados efetivos. “A partir de contatos com o Sindimetal e o Sinduscon, buscamos mostrar o que há de tecnologia nesses setores”, disse ele, destacando que o  evento trabalha a inovação, a tecnologia e, também, a formação de capital humano. “O Senai desenvolve a formação de seus alunos com foco nas demandas da indústria”, afirmou.

Para o presidente do Sinduscon Norte, Gerson Guariente Junior, a participação da construção civil cresceu na feira por conta de necessidades do mercado. Hoje, o setor vive um momento de crescimento constante e sustentável. “Os grandes pilares da construção são o emprego, o financiamento e pessoas para comprar. Temos esses pilares no Brasil e trabalhamos com uma perspectiva de estabilidade para os próximos 15 anos”, disse.

“A inovação se faz através da interação, isso é a riqueza dessa feira. A interação entre as entidades e os setores será de muita valia para as empresas da região”, disse o gerente regional do Sebrae, Everson Feliciano.

Palestras – Nesta quarta-feira (25), começa a programação de palestras da feira. Serão nove palestras técnicas, sempre a partir das 16h30. Serão abordados temas como  equipamentos eletrônicos, freios, sistemas estáticos de energia, vigilância tecnológica, tratamento de efluentes, construção sustentável, entre outros.

A participação é gratuita, mas é preciso fazer inscrição pelo site www.senailondrina.com.br/feira, no menu “Eventos Tecnológicos”.

Outro destaque será a rodada de negócios com fornecedores e compradores de diferentes ramos, que acontece dia 26, das 14h às 18 horas.


Leave a Comment